segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Alvear - Passo de los Libres. 114 Km.

Rendemos bem no plano. Alias ficamos muito felizes com isso, nada como as retas argentinas pra pedalar, alta velocidade mesmo, coisa linda de se ver.


Rodamos pela ruta 14. Muito bom o asfalto, mas sem acostamento e bastante movimentada. A retaguarda sempre alerta pra quando viesse algum caminhao, e agora nao podiamos titubear: Sempre olhando pra trás; caminhao; grito de alerta "caminhaaaooo, desceeeee"; e a galera toda caindo pra lateral cheia de pedregulhos. Isso fazia perder um pouco o ritmo, mas enfim, a maioria dos caminhoes nos ultrapassava pela outra pista nos ajudando bastante assim, o asfalto bom, e tudo plano... Um pouco estressante mas rendendo bem.


Cozinhamos na "Mutucaland". Voces conhecem mutuca? - É tipo uma mosca grande que pica e dói pra c#%@&... E tava cheio! Enfim, cozinhamos sempre espantando as mutucas, nao conseguimos dormir depois do almoco, tava um calor from hell... E pra descansar um pouquinho, toda hora tinha que espantar a mutuca que pousava antes dela picar.

Adeus Mutucaland, caimos na estrada de novo.


Retas planas de dar gosto... Teve uma hora que de bobeira e empolgacao o papai parrudo puxou uma carreira  de 50km/h, Gesiel ficou pra trás e depois chegou dizendo: "Voces sao loco, vao se F%&¿, eu nao vou me estraviar fazendo essas piruzisse". hahahaha

Chegando em Passo de los Libres dormimos num posto Petrobras. Sim, tem muitos postos BR na Argentina e... o preco da gasolina aqui é a metade do nosso aí!! Bom, valeu Petrobras e governo brasileiro por vender gasolina mais cara pra nós e mais barata pra eles. Enfim, coisa de impostos, concessoes, mercado e bla bla bla... mas po! Mas seguindo a história, armamos as barracas nesse posto onde havia um bom banheiro e vários caminhoneiros dormiam lá por ser seguro e oferecer bons servicos.


Jantamos num bar que tinha ao lado e capotamos nas barracas. A noite, chuvarada forte, barraca entrando agua, noite mal dormida. No meio da noite eu e o Rossano nao aguentamos. Tava ruim de dormir, barraca molhada, vento, chuva intensa... contamos até 3 e saimos em disparada carregando a barraca pro abrigo do posto e lá pindiramos ela pra secar. Ficamos dentro do conveniencia do posto batendo papo até quase de manha. O sono bateu e fomos la pedir abrigo nas barracas do papai parrudo e do kid micose, que estavam secas.


As 7:30h um funcionario do posto foi la dar a alvorada batendo palmas dentro do meu cerebro (era o que parecia). Dizia que o dono ia chegar e bla bla bla tinhamos que sair.



Saimos cansados pedalando mal dormidos

6 comentários:

  1. Carammmmmmba mano!
    Vocês tão uma máquina de pedalar!! Mto bom! Parabéns! =D

    Ps: massa pra caramba esses @ n u n c i 0 s no site, tow mandando ver! ehauiehauieahieahuiea

    ResponderExcluir
  2. E ai amigos, tudo bem com vcs, pois é, eu cheguei em Valparaiso no mesmo dia que encontrei vcs, aqui é muito caro os Hoteia, 15000 pesos, equivale uns 60 reais +/-, boa sorte a voces, hoje hoje estou indo a santiago, amanha estarei retornando pelo mesmo caminho que vim, e espero encontrar vc no caminho, deem uma olhada no blog, ta la a foto de vcs, abraçco e boa sorte, fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
  3. O que aconteceu com o resto da viagem galera?

    ResponderExcluir
  4. Desculpe a demora, vamos atualizar o blog...Chegamos em Santiago e muita, mas muita coisa aconteceu. Em breve colocaremos o resto.

    ResponderExcluir
  5. Poxa, adorei o blog de vocês, da pra ver que são super aventureiros. Vou voltar sempre aqui!Em breve quero fazer um mochilão pela America do sul, quero dicas hahaha! Att mesmo o blog, e contem o que rolou! =)

    Amanda

    ResponderExcluir